Quando há um jardim

2015/03/img_2981-0.jpg

2015/03/img_2982-0.jpg

2015/03/img_2983-0.jpg

2015/03/img_2984-0.jpg

2015/03/img_2985-0.jpg

2015/03/img_2986-0.jpg

2015/03/img_2988-0.jpg

2015/03/img_2992-0.jpg

À sexta-feira é dia de programar o fim de semana. A previsão de sol e temperatura a subir só nos faz apetecer um programa : praia! Pegar o cesto de piquenique , bolas e brinquedos e atravessar a ponte rumo à praia. Os meninos dão saltos de contentes, combinamos com amigos, preparamos tudo. Mas percebo nos olhos do Francisco que o programa é bom e é o que apetece a todos mas… O jardim e a horta precisam de nós. E, às vezes por mais que apeteça fazer outras coisas, não pode ser. Para podermos ter uma boa horta e viver sem comprar legumes há que tratar dela. E, se queremos ter um jardim onde possamos passar muitos momentos temos de tratar dele.

Foi um Inverno difícil para a nossa querida horta. Existem sempre muitos contratempos, e a terra não espera por nós. Muitos projectos , uma filha recém nascida, e sementes que já estavam velhas. Resultado : a pouca atenção deu em menos legumes do que costumamos ter no inverno, e usar sementes antigas levou a que, pela primeira vez, tivéssemos  de recorrer a pequenas plântulas para ter a certeza que teremos um verão cheio de pepinos tomates , pimentos e outras colheitas próprias da (para mim) melhor estação do ano. Apesar de até termos conseguido semear tudo na altura certa, as sementes já tinham algum tempo e, desta vez, não vingaram e foi uma série de trabalho por água abaixo… Nem sempre é fácil gerir estas pequenas frustrações quando nos comprometemos a semear aquilo que vamos comer .

Mas, o fim de semana passado no jardim deu para pôr tudo em ordem outra vez. Afinal, foram dois dias muito bem passados (e ouvi dizer que na praia havia vento) entre os primos vizinhos, escada acima escada abaixo , uma grande almoçarada, brincadeiras, jogos, pinturas e plantações ainda deu tempo para todos aprenderem um pouco do novo ofício do pai e fazerem umas espadas de madeira.

Agora , com os dias mais compridos cada vez vamos estar mais lá em baixo e, apesar de vivermos na cidade não podemos esquecer que temos o nosso bocadinho de terra que precisa de nós e que, se temos a sorte de ter um jardim demos de lhe dar prioridade e antes de ir para a praia temos de ter a certeza que está tudo em ordem pela nossa hortinha!

  

2015/03/img_2991-0.jpg

Anúncios

One thought on “Quando há um jardim

  1. Por aqui temos um jardim enorme, mas na casa de cima moram os meus sogros, eles já cá estavam antes de casarmos. Resultado, eu e o meu marido preferíamos aproveitar o terreno para uma horta (e dava uma horta mesmo grande), para os miúdos era espetacular. Mas a minha sogra adora flores e jardins, temos que respeitar, afinal o espaço é dela. Só que eu acho que as flores, só podemos olhar para elas e comer aquilo que cultivamos era o máximo 🙂 Acho que se lhe pedíssemos, ela aceitava, mas lá no fundo ia ficar triste, por isso nem falamos no assunto 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s