Meat free week

      

O planeamento semanal das refeições é o nosso principal salva-vidas orçamental. Tenho a certeza que, se não fizesse todas as semanas a ementa gastaria o dobro em refeições e outros extras (todos sabemos que, se vamos ao supermercado comprar ovos acabamos por trazer uma ou outra coisa que faz “imensa” falta naquele momento). Os benefícios são vários: poupamos trabalho, dinheiro e a alimentação é mais variada e mais saudável.

Tudo se passa à sexta feira. Espreitar o congelador e a despensa para ver o que podemos aproveitar, folhear uns livros de receitas para atiçar a imaginação, preparar a ementa e… Fazer a lista das compras O compromisso é o seguinte: mesmo que se acabe alguma coisa só voltamos às compras na semana seguinte (ter horta e fazer o pão ajuda a cumprir o compromisso).

Em semanas normais , costumamos alternar entre carne, peixe e vegetariano. No entanto, apesar de sentir que temos uma alimentação saudável, (acompanhamos sempre, SEMPRE com salada ou legumes, abusamos das leguminosas – que eles amam – e a sopa e a fruta nunca lhes escapam) sinto que ainda temos que repensar algumas coisas. Principalmente a carne. A carne que consumimos é o exemplo daquilo que tentamos contrariar. A desculpa é só uma: financeiramente não há outra alternativa viável.

Mas há : Comer menos carne e , a que comermos  saber de onde  que ela veio e que vida tiveram aqueles animais que são agora  o nosso bife. Recentemente tivemos o privilégio de  encher o nosso congelador com carne de um porco que vimos “nascer” e crescer , feliz e livre de antibióticos, esteróides (e outras coisas que prefiro nem saber) e também com um pato caçado por um amigo.

Pessoalmente matança do porco e caça são dois temas que não adoro e que, durante os 10 anos em que fui vegetariana, nunca me imaginei elogiar. Mas, se tenho a lata de comer e dar aos meus filhos carne, como é que posso ter a lata de dizer que sou contra estes finais de vida para um animal que viveu feliz? Prefiro o bife da vaca que nunca vi e que viveu sem ter espaço para se mexer?!   Claro que não , prefiro não pensar muito no assunto. Assim vivo mais descansada. Mas não é isso que quero passar aos meus filhos. “Temos uma horta e fazemos o pão , mas a carne olha não pensem muito nisso…”

Bom, enquanto não arranjamos solução para este dilema vamos reduzir o consumo da carne por estas bandas. Esta semana e como comemoração desta decisão temos como tema a “meat free week”. Foi divertido criar a ementa semanas sem o uso da carne e  agora vou dedicar me um pouco mais a investigar sobre pecuária biológica e como podemos em Portugal consumir carne privilegiando o bem-estar animal e o seu equilíbrio com o meio ambiente.

Anúncios

7 thoughts on “Meat free week

  1. Acho este post um espectáculo! Eu não tenho filhos ainda mas também me comecei a preocupar com aquilo que como (especialmente a carne que não sei de onde vem!!) e a pensar que futuro vamos dar aos que vêm depois de nós se não nos começarmos a preocupar com isso. Primeiro, que coisas comerão os nossos filhos junto com a carne e o peixe que tanto gostam? Será só “porcarias” para dentro dos seus corpinhos frágeis… E depois, que exemplo de humanidade transmitiremos nós aos mais pequenos se não temos respeito nenhum pelos outros animais que partilham connosco o nosso belo planeta? Bem, por isto comecei há não muito tempo a comer vegetariano e deixar a carne para ocasiões especiais. Não sou tão radical que diga que nunca mais vá comer carne na minha vida… E até sinto alguma falta, não posso negar… Mas acredito que se todos reduzíssemos o consumo de carne, já todos estaríamos a contribuir para um mundo melhor! Parabéns pela iniciativa de “meat free week” e por ainda ter tempo para o fazer com amor “, apesar de uma vida tão “atarefada”;). Isso deixa o resto das pessoas sem desculpa 😉 um beijiiinhooooo e parabéns pelo blog.

    1. Obrigada Mariana! Também não consigo deixar por completo a carne mas pelo menos reduzir, sem
      Divisa e ter mais consciência do percurso da carne até ao nosso prato também. Obrigada pelo
      Comentario . Maria

  2. Olá! Gosto muito da escrita e das fotografias e alma do blog e da sua família! top! E também faço ementas semanais, mas ao sábado. E também quero reduzir o consumo de carne e já só compro carne dos Açores e das lezíria, acreditando que os animais não foram alimentados com antibióticos e cenas. Sou mãe de dois rapazes e adorava ter a receita da Moussaka de feijão. Obrigada!! Bjs

  3. Maria, acho que a loja de comércio justo do CIDAC, em Lisboa, tem entregas de carne biológica vinda diretamente do produtor. Abraço e Feliz Natal para todos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s