sexta-feira, parte II


  
  

Não é por crescermos que a noite de sexta feira deixa de ser A noite de sexta feira. Sexta feira já foi noite de saír até de manhã. Já foi a  noite de ir um bocadinho ao Bairro Alto com amigos. Já foi, depois de termos a nossa casa, noite de jantaradas até às tantas.

Porque a noite de sexta feira significa tudo aquilo para o qual que nós vivemos. Sensação de liberdade. É o fim de uma semana de trabalho. É quando ainda achamos que temos o mundo todo à nossa frente e que vamos poder fazer tudo aquilo que imaginámos (até que de repente já é domingo à noite outra vez) Mas, à sexta-feira ainda tudo é possivel.

Quando começámos com a Cena, idealizámos que seria preferencialmete na noite de sexta. No entanto, e tendo em conta que ainda é dia de trabalho e, ainda por cima  é o dia de ir às compras, resolvemos fazer A Cena ao Sábado e não A Cena à Sexta. Ora, visto que ao Domingo é a noite da nossa Pizza e filme e que nos parece injusto numa familia de 6 não  haver uma noite em que os meninos se possam deitar mais tarde de decidimos, já à algum tempo que sexta é noite de noitada familiar.
São vários os programas que vamos fazendo para trasnformar esta noite numa noite especial. Já falei aqui nas tapas com jogos. Hoje o programa é outro. É um dos preferidos de todos e damos-lhe o nome de “McdiCasa” . O nome, como se pode perceber é um derivado de uma famosa cadeia de lixo alimentar que as crianças costumam adorar. Não vou mentir, dizendo que os nossos filhos nunca comem, mas sou sincera quando digo que é muito raro e que é contrariados que cedemos a esse capricho dos meninos (normalmente aproveitamos uma viagem longa para lhes fazer a vontade poupando assim uns trocos noutro restaurante de beira de estrada).
Ao inventar este McdiCasa (já há uns anos que o fazemos) fazemos-lhes a vontade de uma forma caseira. As batatas cortamos bem fininhas para que fiquem estaladiças, depois fazemos os saquinhos à medida (temos sempre estes sacos para eles levarem o lanche, são de papel pardo e compram-se em embalagens de 100 – dão imenso jeito para tudo)
O pão, claro, é feito pelo padeiro lá de casa e é um pão próprio para hamburgueres, fofo e leve – desde há uns tempos que seguimos a receita daqui. A carne tem de ser boa, biológica de preferência, moldamos os hamburgueres à medida e… já está!
Cada um escolhe o que quer: cheese, natura ou com tudo!
Depois, é so escolher um bom filme que dê para todos – não é fácil agradar filhos rapazes, uma menina de 4 anos e uns pais chatos – mas isso é assunto para um outro post…
Anúncios

6 thoughts on “sexta-feira, parte II

  1. As minhas crianças adoram o programinha das “fritas com chapchap” (do Mac*** ou Burger***), mas vou tentar implementar esse Mcdicasa cá em casa, falta-me é aprimorar os pães, mas vou chegar lá 😀
    Abraços

  2. Admiro a vossa gestão do tempo. Como é possível? Estou à espera da minha primeira filha e isto às vezes a dois já é tão difícil 🙂 (A gestão do tempo) Entre o trabalho e as tarefas domésticas (limpeza, roupa, compras, cozinhar), durante a semana pouco ou nenhum tempo sobra, e muitas tarefas têm que ser feitas ao fim de semana. Espero que seja uma qualidade que se aprende 🙂 Felicidades!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s