Sobre amanhecer a correr




Quando digo às pessoas que ao dia de semana às vezes corro às 6.00 e outras vezes às 6.30 muitas delas respondem “como é que consegues? eu não era capaz…”
Mas, na verdade, não se trata aqui de ser capaz. Não é uma questão de capacidade mas uma questão de vontade.Ou seja ou se quer ou não se quer.
Corro por gosto. Não sou de todo viciada, mas gosto. Gosto e quero. Porque me sabe bem e porque é bom. É bom para o corpo e para a cabeça. E na verdade é um momento que tenho para mim, para pensar algumas coisas e pôr ideias em ordem (apesar de correr acompanhada na maioria das vezes e irmos metade do caminho na conversa).
Quando o despertador toca, invariavelmente penso “hoje não vou, hoje estou mesmo com sono e ainda está de noite!!” mas depois, sei tão bem que se não for vou ficar chateada.. E então salto da cama (na verdade é uma questão de segundos, pelo que passa rapidamente o sono e fico feliz por ter conseguido).
Porque sei que é mesmo o que eu quero.
E por isso não gosto de me digam “como é que és capaz”. Na verdade ser capazes todos somos – principalmente de correr, é só por as pernas a mexer e já está – O problema é querer mesmo.
Eu quero mesmo correr, sabe me bem, o dia corre melhor e faz me bem  e, não consigo noutra hora, não quero roubar tempo à minha familia, não quero atrasar o jantar ou sentir que tive pouco tempo com os meus filhos.
Por isso se alguém quiser mesmo não pense que não é capaz. Porque a vontade faz milagres, e depois de começar é dificil viver sem estes amanheceres cheios de adrenalina.
(as fotografias acima, são tiradas ao longo deste mês em variadas manhãs/ madrugadas de corrida)
Anúncios

8 thoughts on “Sobre amanhecer a correr

  1. Podia ter sido mesmo eu a escrever isto! Eu corria 3x por semana das 6 às 6h40. Exactamente a esta hora pelos motivos que enumerou. Uma maravilha. Entretanto, começou a ser de noite a essa hora, e eu vou sozinha e por isso tinha receio. Deixei de ir e logo a seguir soube que estava grávida, pelo que estou em pausa!

  2. Eu confesso que não gosto de correr, mas adoro andar a pé a um ritmo bastante acelerado. Faço-o à hora de almoço ou ao fim do dia, antes de ir buscar os meninos à escola. E sabe-me tão bem, exatamente pelas mesmas razões que enumeraste Maria. Depois, até consigo gerir melhor as birras do fim do dia 🙂 Beijinhos

  3. “O problema é querer mesmo!” Tens razão, Maria, é mesmo isso… “é só por as pernas a mexer e já está!”. Acho lindo pensares em “não comprometer o tempo com as crianças”. Corremos todos ao fim do dia, no Monsanto, vamso a pé até lá, as crianças pedalam e nós corremos, porque a idade delas já nos permite ;-). Assim empenhamo-nos todos e todos desfrutamos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s