Aventura ou flop?!


  
  
  
  
  

Foram 3 os compromissos mensais, não sei se se lembram, que me comprometi no início do ano: fazer uma peça de roupa, correr 100km e .. Uma aventura. Não que não me apetecesse prometer muito mais, mas escolhi estes por saber que são exequíveis comigo e com o que me conheço.

Este mês , vou bem lançada para os 100km (já corri 85, sendo que para a semana tenho uma prova de 17 à qual vou somar ainda uma semana de corridas matinais e fico despachada); a peça de roupa também já está: Fiz duas camisas para os rapazes que falarei depois aqui no blog.

Percebi que me está a faltar a “aventura”. E, repente, por mais que desse voltas à cabeça não me lembrava de o que poderia ser “A” aventura. Ou mesmo, o que queria eu dizer quando me comprometi com uma aventura. Lembro- me de algumas das que pensei mas nenhuma dava para este mês. E, pensando melhor, o que eu queria mesmo dizer era um bom passeio e uma boa lufada de ar puro.

Como as saudades da praia são mais que muitas, hoje depois de um dia em festa,  desejosos de ir apanhar sol, pegámos em nós, seis mais um, e fomos todos rumo à praia.
Na verdade o passeio transformou-se numa aventura.

Primeiro, a tarte que fiz para o almoço foi meio caminho no capô do carro (estranhei a quantidade de pessoas que nos faziam sinal mas não percebi, no entanto, “porque é que está tudo a apontar para nós, só por causa de um farol partido!). Não era o farol, era o nosso almoço. Acabadinho de sair do forno para se passear ainda dentro da forma pela cidade em cima do carro… Mas , apesar de tudo , aguentou-se bem!

A caminho, íamos a conversar sobre o diazão que estaria e que até seria chato pois a praia devia estar cheia. Eis senão quando, chegamos à praia e… ninguém. “Ups “- pensei, “isto é bom ou mau?”.

Podia ser bom mas, a verdade foi que o nosso piquenique se transformou num jogo de perceber quem apanhava menos areia nos olhos, quem tinha menos cabelos na cara ou de quem gosta da tarte que, depois de andar no capô do jipe se camuflou de areia.

Para a Jasmim parecia que estava um dia lindo de verão, na maior a brincar, a comer areia e tarte de areia.

Os meninos, entre tanta futebolada e brincadeira também não repararam que estávamos num ciclone. O Francisco, esse então, tomou um banho como se de Agosto se tratasse.

Já eu… Só queria voltar para o carro, onde poderia acabar o meu almoço e beber o meu café sem cabelos nos olhos.

Mas, no fim de contas acabou por ser uma tarde divertida entre a praia, o mar e… o nosso carro. O ar puro entrou (e de que maneira!) nos pulmões assim acho que até faço um check na aventura deste mês!

Anúncios

5 thoughts on “Aventura ou flop?!

  1. Olá
    Que boa aventura. O que mais gosto no blog é isto. Coisas simples que se transformam numa aventura.
    Admiro a vossa simplicidade. Pelo que percebi, trabalham perto da vossa casa, o que ajuda muito a logística.
    Tenho como ambição uma vida simples e tranquila.
    Se quiser partilhar a vossa logistica adorava saber, principalmente com 4 filhos.Tenho 2 e está a ser complicado, pois um é bebe (4 meses) e chora muito, o mais velho está a sentir muito a minha falta, sei que é uma fase, mas está complicado.

    (Já agora, onde comprou a manta que colocou na areia? É linda.)
    Beijinhos

  2. Olá Maria: Gostava de saber onde arranja os moldes das camisas para os rapazes. Será que me pode ajudar? Obrigada. Beijinhos

    ana sobral

    No dia 24/01/2016, às 22:07, seismaisdois escreveu:

    > >

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s