Mais vestidos


  


  

Li ontem, enquanto matava saudades deste blog que adoro (e que aproveito para fazer um abaixo assinado para a Constança reactivar o blog…) que o processo de fazer roupa é um bocadinho como ter um filho. O processo em si pode ser custoso mas depois, ao ver a obra acabada percebemos que tudo valeu a pena, e depressa nos esquecemos das partes menos boas.
Desenha molde, corta molde, corta tecido, passa a ferro, põe alfinetes, tira alfinetes, cose, passa a ferro, põe alfinete, tira alfinete, cose, senta, levanta, passa a ferro, abre as costuras, põe alfinete, cose, tira alfinete, cose, passa a ferro, corta as linhas.
Mas, no fim, para além de um cenário de guerra em casa – linhas por todo o lado, alfinetes espalhados,  restos de tecidos – e de uma  mãe desgrenhada, com olheiras, cheia de restos de linhas na roupa e picadelas de alfinetes nos dedos, fica uma sensação de extremo orgulho (apesar de todas as imperfeições) de missão cumprida e  um trabalho final bem conseguido e pelo qual nos apaixonamos
Por isso,  sim são noites mal dormidas principalmente se, como hoje, depois de noitada a costurar nos levantamos às 6 para ir correr  (só fui porque tinha combinado senão baldava-me) e, logo à noite   já sei que caio para o lado bem cedo.
Mas depois vejo estas duas pequeninas, orgulhosamente vestidas  com os vestidos que lhes fiz e tenho a certeza que os cafés duplos de hoje vão valer a pena.
Anúncios

6 thoughts on “Mais vestidos

  1. Espectaculares obras. Adorei os vestidos e as modelos estão lindas. É admirável como consegue, depois de um dia longo, energia suficiente para criar as roupinhas para os seus filhos. Muitos parabéns.

    1. Obrigada Teresa… nem sempre existe esse energia, mas como não há tempo noutra altura lá vou fazendo uma ou outra noitada… na verdade o que custa é o momento em que tenho tudo pronto e possibilidade de “cair” no sofá, mas depois de começar ganho logo energia!

  2. Quando as minhas filhas eram pequenas também fazia vestidos para elas. Mas na altura a grande moda era o tricot. Fiz tantas camisolas e casaquinhos…

    1. Eu adoro fazer peças de tricot, mas às vezes fico chateada de demorar tanto tempo, sou super apressadam se puder começar e acabar um roupa no mesmo dia fico mais feliz! (mas gosto de ter sempre de ter um trabalho de tricot montado nas agulhas!)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s