A bordo de um sonho



img_5412

 

Perguntem ao meu pai (que tem bem presente esta memória) qual era o meu sonho de adolescente:
Responderá certamente  “ter uma pão de forma azul turquesa”. Vivi metade da adolescência a lamentar-me não ter vivido os anos 60 nos Estados Unidos, não ter ido a Woodstock nem ver os Doors ao vivo. Andei alguns anos com uma fita de flores na cabeça – todos os dias – e só usava calças à boca de sino (uns anos depois quis ser punk, mas isso agora não interessa).
O sonho não mudou e, felizmente, que ainda tenho todos os meus sonhos de adolescente muito acesos.  Simplesmente mudou que não quero ser hippie, nem rasta, nem punk, só quero mesmo  ser eu. Sem categoria, só a viver de acordo com o que sinto que sou, sem precisar de me encaixar.
E chegou  entaõ o dia.
Mas o dia, superou o sonho. Porque quando o tinha não sabia que o iria realizar com a melhor companhia do mundo (nunca pensei sequer vir a ser abençoada com 4 filhos destes calibre e que iam adorar, tanto como nós, estas nossas aventuras, as  musicas que ouvimos e a vida que fazemos)
Foram três dias que, apesar de intesivos, souberam a pouco. Pensei que as condições (por não ser mesmo uma autocaravana) pudessem não ser as perfeitas para mais tempo, com um bebé de um ano. Mas pelo contrário. A carrinha é prática, super funcional e na verdade só apetece estar lá dentro. O pessoal da Surfin, indiscritível de simpatia e disponibilidade e percebe-se bem como cada carrinha é tratada com amor e carinho. As carrinhas têm todas nome de miúda e depois da viagem, percebemos porquê….) a Eleanor, a nossa querida Eleanor, vai ser para sempre a carrinha que vamos escolher – apesar de os miúdos cada um querer uma cor diferente. Confessso que me afeiçoei a esta azulinha Eleanor (que  até esteve em Woodstock depois de ser distribuidora de leite numa quinta).
Os rapazes dormiram na tenda com o pai, as miúdas na carrinha com a mãe e, por incrível que pareça, a alvorada era quase às 9 horas. As noites eram passadas no campo. Os dias  eram passados na praia. Escolhemos a nossa querida serra da Arrábida para esta aventura – é perto e sempre sempre tão bonita – e foi ela que nos acolheu (e tão bem) estes dias. A praia, indiscritível, a serra, indiscritivel, os banhos, indiscritiveis, o mar, indiscritivel. Mas, apesar de tudo tenho a sensação que por eles, estariam felizes sempre dentro da nossa querida “pão de forma”. Por isso, a praia teve pausas grandes de descanso, música e conversas com vista para o mar. As refeições fizeram-se à base de enlatados,  sanduíches, cachorros quentes e muita fruta.
A música, foi a nossa grande companheira e , andámos sempre a oscilar entre os Beach Boys, os Doors,  The Band, os Beatles e o Bob Dylan. Tudo para viver um “pão de forma” como deve ser.
Tive (e ainda estou a ter) dificuldade em regressar à realidade, foram como um sonho estes dias. Voltaremos em breve.
img_5422
Anúncios

8 thoughts on “A bordo de um sonho

  1. Maria, igualzinho por aqui. Sabes o que a minha afilhada que anda em artes me ofereceu na Páscoa? Uma pintura feita por ela de uma pão de forma ♡♡♡ já que não me pode oferecer mesmo uma. Pergunta ao meu marido o que me oferecia se ganhasse o euro milhões: uma pão de forma! Sempre disse que não sou pessoa de grandes sonhos que possam ser cumpridos através do dinheiro, mas que tenho este sonho! Acho até que quando escreveste aquele post sobre terem de comprar um carro maior, quando estavas gravida da Jasmim, eu comentei por aqui que devias ter comprado uma pão de forma 🙂 ainda bem que tiveste oportunidade de viver essa experiência, fico muito feliz. Faço anos em Setembro, seria uma óptima prenda. Já agora, na adolescência ouvia muito os Doors também 😉 bjs

  2. Olá Maria, adorei a vossa experiência.
    Qualquer dia vou alugar uma. Dormiram perto de algum sítio seguro? O meu receio é parar a autocaravana no meio de nada, não conheço nenhum sitio nem as regras.
    Obrigada pela partilha
    Ana

  3. Fez-me lembrar a canção : “Levei-o no meu sonho azul. Azul, Azul Da cor do céu. Levei-o comigo. Sonhou um sonho. Da cor do meu. Deitados no leito da lua. Na frescura …. que maravilha ♥

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s