When I heard the countdown start, it started slowly…

E pronto passou o maluco mês de Junho e o exasperante mês de Julho. São estes  os meses que mais depressa voam e que ao mesmo tempo mais tempo demoram a passar…

Gosto de viver o verão com toda a intensidade do mundo, gosto de ter a certeza que estou cansada  e que não parei – um bocado surreal, não é? – Quero chegar ao Inverno e, quando calçar os chinelos e puser a mantinha com a chuva a caír la fora, ter a certeza que aproveitei todos os minutos de calor e de Verão. Que me esqueci do que é estar em casa e parar. Um bocadinho como a vida. Sendo o Inverno a velhice. Até lá quero aproveitar tudo.
O meu dia de ontem resume bem como gosto que sejam os dias Verão: saio de casa cedo, vou correr – volto a casa, faço sanduiches – saio de casa, vou para a praia – volto a casa mudo de roupa – saio de casa, vamos para a festa da Leonor – volto a casa, tomo banho – saio de casa, vou jantar fora com amigas – volto a casa, caio para o lado. Estafada mas feliz. Com o conforto da certeza que tenho todo o Inverno para hibernar e descansar.

Esta semana estou em contagem decrescente para as tão esperadas férias grandes.
Na verdade não são as férias grandes mas as unicas férias. Este ano, pelo segundo ano consecutivo vou tirar 1 mês inteiro seguido (19 dias úteis, sendo que  dia 15 é feriado). Tendo em conta que temos 22 dias uteis de férias – um dó! -sobram-me três dias de férias para o resto do ano inteiro. Embora extremamente claustrofóbico o facto de ter apenas três dias a sobrarem  para um ano inteiro de trabalho, um mês seguido de férias é incrível.
Porque num mês de férias é possivel parar à séria. Esquecer o trabalho, as rotinas,  os problemas. Esquecer o que é  usar sapatos e esquecer o que é viver sem areia entranhada em todo o lado. Um mês em que os meus filhos são “meus” vinte quatro horas por dia (com tudo o que isso tem de bom e de mau…). As viagens compridas, a música aos berros, o carro sempre  cheio de malas, crinças e mercearias e todos a refilar com os cabelos ao vento (não ter ar condicionado no carro é uma escola de vida). Os dias que não acabam nunca entre sol, sal, gritos, brincadeiras e vinho gelado. Casas que não são nossas, confortáveis, desconfortáveis -indiferente, não é a casa que queremos. Queresmos família,amigos, primos. É a vida que desejamos o ano inteiro.
Tudo isso está prestes a começar. O Countdown começa … Hoje. 5,4,3,2,1…
Anúncios

4 thoughts on “When I heard the countdown start, it started slowly…

  1. Tão, mas tão envolvente, que até eu fiquei contagiada por essas pulgas e euforia das férias!!!
    Por cá só lá para o fim do mês… Até lá um Agosto desesperante de trabalho o dobrar…
    Boas férias, Família Feliz!!!

  2. Nossa, um mês de férias em agosto…. por aqui (São Paulo, Brasil) é começo do semestre, retomada das aulas, muito trabalho. Curta muito! Boas férias pra você e pra toda sua família. bjs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s