Das férias, parte 2: Arrábida


Este é o nosso refugio, a parte  mais relaxante das nossas férias.  É aqui o sítio onde não fazemos nada, onde não vamos a lado  nenhum. É aqui que leio a sério –  li um  livro inteiro e mais metade de outro. É aqui que acordamos todos os dias com o mesmo objectivo: não fazer nada.  O Sol, a piscina, a serra, a vista, a família, os fins de tarde, os filhos, os sobrinhos, as minis, os tremoços, os churrascos, o verde, o verde e o verde. O ritmo lento, as noites quentes e divertidas. Sinto que o “nada” que fazemos nesta casa é na verdade “tudo”.  E, de ano para ano (e já há muitos anos) é aqui nesta casa, ao som desta paz que a minha cabeça se esvazia completamente e me encho de forças para o resto do ano.

Este ano, para além do não fazer nada,  tivémos alguns programas extras. Muitas visitas de amigos, um acampamento dos rapazes no meio da serra, a Luz aprendeu a nadar e a Jasmim aprendeu a dar mergulhos. 

É daqui, da Arrábida, com os pulmões cheios do ar forte da nossa querida serra-mãe, tranquilos e descansados que partimos directamente para a outra ponta do país para o nosso, já famoso, sitio onde tudo acontece: cenas do próximo episódio. 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s