Começar 2017


Este ano, ao contrário do que é costume não vou começar o ano com mil retrospectivas, desejos, promessas e decisões. Essas conto fazê-las semanalmente e, aí sim, com a certeza e o pleno empenho em fazê-las cumprir:
Correr mais. Comer menos. Ler mais. Ser mais organizada. Ser menos obstinada. Tricotar mais. Estar mais com todos os que gosto. Passeios na natureza, todos os fins de semana. Continuar a produzir cada vez menos lixo. Tornar cada dia o dia mais especial de todos. Dedicar-me mais a cada projecto a que me proponho. Escrever mais por  aqui. Responder a todos comentários dos meus leitores. Mais amor. Um livro. Uma árvore. Um filho.
A primeira semana começou bem… Não corri. Tive três jantares, um almoço e um lanche onde comi e bebi sem restrições. Não me organizei, nem para fazer os “Cereais da Força“. Li apenas duas páginas de um livro (Ah,ok contei algumas histórias aos miúdos) Não peguei nas agulhas.

Mas, apesar de tudo já estive com muitos amigos, já passeei alguma coisa. Não produzi quase lixo. Senti cada dia como especial e único (de verdade).  Estou a escrever aqui – e muito dedicada (são duas da manhã de Domingo). E garanto que vou responder aos comentários deste post. O amor, esse não pára. O livro está pronto. A árvore vai para o jardim. E Filhos já tenho quatro.
O fim de semana de estreia de 2017 foi diferente do habitual: Dois jantares seguidos significa filhos a dormirem em casa de avós os dois dias. O que tem de bom estar com os amigos nestas jantaradas óptimas, tem de mau com as saudades com que fico deles depois de um fim de semana assim (já  para não falar na parte ressaca). Se Segunda-feira já  é um dia que custa, assim custa ainda mais.

Ainda assim, sorte não me faltou: Encontrei, não 10, não 20 mas sim 35€ no meio do chão da rua.

Apesar dos programas sociais ainda deu para ir ao Teatro com os dois do meio e mais os sobrinhos – um teatro muito original e divertido.

Deu para, finalmente, ver um filme que me andava a fugir há que tempos  (sim, fui ao cinema das 19h para o ver e, quando lá cheguei tinham alterado nesse dia para a sessão da meia noite – quem vai pouco ao cinema esquece-se que à quinta-feira muda o cartaz)…  “O Capitão Fantástico” que já me tinha sido tantas vezes sugerido por amigos e leitores. Vi, adorei e conto voltar a falar novamente dele aqui.

E deu ainda para um simpático e acolhedor lanche de domingo numa casa linda de amigos ainda mais lindos.

Deu para ter a certeza que tenho um desejo consumista muito concreto para 2017, assim o orçamento familiar o permita: ter um piano em casa.
De resto, tenho tudo e o desejo é só um: que nada mude. Ah já agora também gostava que a Feist lançasse um novo disco que já lá vai tanto tempo desde o último… (afinal tenho imensos desejos e projectos para este ano)
Espero que 2017 comece para vocês cheios de bons planos e projectos.

Anúncios

5 thoughts on “Começar 2017

  1. Maria, não te lembras certamente de mim, mas conhecemo-nos há mil anos, porque temos muitos amigos comuns e na altura do liceu por uma ou outra circunstância encontravamo-nos várias vezes. Queria dizer-te que gosto imenso de te ler, desejar-te um excelente ano de 2017 e agradecer-te imenso por teres falado num dos teus posts no livro Desperdício Zero, que não conhecia até então (shame on me), mas que resolvi comprar porque o tema me é cada vez menos indiferente (mais vale tarde que nunca!) e que tem caído em mim como uma poção efervescente de cor azul fluorescente num tubo de ensaio…obrigada por esta experiência revolucionária com que iniciei o ano! Bjs Margarida Damião

    1. Olá margarida. Sou péssima com nomes mas sou óptima com caras. Se visse a tua fotografia lembrava me de certeza ☺ fiquei tão contente com o que disseste. Assim sim, vale a pena! Beijinhos e bom eco- ano 😘😘😘

  2. O filme capitão fantástico, é fantástico.
    Parece-me que correu tudo pelo melhor. Não criar tantas expetativas, diminui a sensação de não concretização das coisas. Se criamos muitas intenções, se não as cumprirmos, a frustração é maior. Por isso, o melhor é ir vivendo. 🙂

  3. Vi o “Capitão Fantástico” na noite de passagem de ano e foi bom começar assim o ano 😉
    A Maria tem algumas sugestões de filmes para ver com uma criança de 3 anos, fugindo aos clássicos da Disney?

    Parabéns pelo blog bonito 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s