Desafio #viverdevagar


Ainda não tenho a certeza que “viver devagar” tenha sido um título bem escolhido para o livro que escrevi. Porque, na verdade paro pouco e faço coisas a mais para o tempo que tenho. 

Mas, apesar de tudo, sei que quero viver com intensidade, presença e atenção todos os minutos do dia (e da noite, claro!). Quero pôr todo o coração em tudo, tudo o que faço. 

E viver devagar não é acerca de um ritmo, é não querer deixar que os minutos da vida nos passem ao lado, não querer cá estar sem estar cá. É acerca de querer manter o foco e a concentração no que realmente importa e perceber o que pode passar para segundo plano.

Nem sempre o consigo. Mas quando percebo que não estou a conseguir sei que está na altura de por um travão e reduzir a velocidade. Viver mais devagar.

Na verdade acho que todos devíamos parar de vez em quando, abrandar o ritmo e definir prioridades. Perceber qual é o plano principal: do que é que nos queremos lembrar quando tudo isto terminar.

Escreveu isso tão bem a Filipa – como todas as coisas fantásticas que ela escreve – no prefácio do meu livro, respondendo às minhas dúvidas sobre o que é isto de “viver devagar”. 

Surgiu-nos entretanto a ideia de lançar o desafio/projecto #viverdevagar no Instagram. Queríamos convidar todos vocês a registar, coleccionar e partilhar esses momentos através de fotografias com este hashtag. Gostávamos de perceber o que é, para vocês, viver devagar (e ajudarem-nos também a inspirar-nos e a não perder o foco)

O desafio arranca já hoje e a ideia é, ao longo de todo o ano cada uma de nós fazer uma selecção das fotografias #viverdevagar que depois partilharemos nos nossos blogues. 

Ajudam-nos neste desafio?

Anúncios

9 thoughts on “Desafio #viverdevagar

  1. Texto na mouche. Palavras guia nesta fase da minha vida. Como sempre, adoro a sua simplicidade e honestidade, Maria. Vamos a esse desafio!

  2. Maria olaaa! Blog giro, bom de ler… Cruzamos nos pelo ISPA, e mais recentemente numa coisinha QQ dos nos filhos (trabalho deles). Sou a Joana, lembra-te-às? Por aqui tb já rolou um blog mas parei de escrever antes do 5° filho.. agora vivo para os respirar e p as agendas deles (quase) só. Maria temos tanto mas tanto em comum q é a-roçar-o-terrivel nunca ter percebido quando foi tempo disso. um beijinho, tudo a correr bem, crianças lindas e prometo ler (se quiseres um dia costuramos juntas 😀 conto te de como a Carminho até já faz cinema e como peno pela ortografia e por nunca ter aprendido a tricotar )

  3. Um dos pontos de viragem nesta minha nova fase dos 40 deu-se após ter descoberto/lido o seu livro Maria.
    Estou determinada a mudar o meu ritmo de vida, não que seja acelerado (às vezes até é bastante parado) mas como diz e bem é “não querer cá estar sem estar cá”.
    Eu alinho no desafio,vai ser bom partilhar e deixar-me inspirar…
    Beijinho do coração. Edien

  4. Acho que ao entrar nos 40 começamos a ver a vida com.outros olhos e queremos aproveitar o tempo da melhor forma, mesmo desacelando como forma de estarmos mais presentes. Este desafio veio mesmo a calhar, caiu na hora certa. Desafio aceite! Vamos se consigo acompanhar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s