A Sessão e as férias que não chegam – dois posts num só

LuVallesFotografia_Maria-1-2LuVallesFotografia_Maria-1-4LuVallesFotografia_Maria-1-12LuVallesFotografia_Maria-1-18LuVallesFotografia_Maria-1-27LuVallesFotografia_Maria-1-28LuVallesFotografia_Maria-1-31LuVallesFotografia_Maria-1-35LuVallesFotografia_Maria-1-43LuVallesFotografia_Maria-1-50LuVallesFotografia_Maria-1-68LuVallesFotografia_Maria-1-92LuVallesFotografia_Maria-1-94LuVallesFotografia_Maria-1-99LuVallesFotografia_Maria-1-106LuVallesFotografia_Maria-1-113LuVallesFotografia_Maria-1-125LuVallesFotografia_Maria-1-135LuVallesFotografia_Maria-1-142LuVallesFotografia_Maria-1-170LuVallesFotografia_Maria-1-172LuVallesFotografia_Maria-1-176LuVallesFotografia_Maria-1-178LuVallesFotografia_Maria-1-187

A Sessão:

É sem dúvida o post com mais fotografias de sempre.

(Estas lindas fotos foram tiradas pela querida e mega artista Lu Valles, num dos nossos finais de tarde deste Verão (que já vai longo) e mostram um bocadinho a rotina que temos quando chegamos todos a casa depois de um  dia de trabalho  longe uns dos outros.)

Nunca tinha feito uma sessão fotográfica familiar (tirando as fotos que a Joana tirou para o livro). Nenhum de nós gosta de fotografias pensadas,  planeadas ou de estar em pose e, por isso, nunca nos tínhamos aventurado a investir em fotografias de alta qualidade para a posteridade. Mas depois apareceu a Lu, e o seu jeito incrível e simpático de nos fazer sentir à vontade e estar como se nada fosse enquanto temos uma câmara a acompanhar-nos a andar por ali. E por isso (e também porque é craque) ela consegue captar aquilo que é mais importante. A essência real de uma família com tudo o que isso traz com ela: Birras, mimos, brincadeiras e  discussões, o ataque ao frasco de Nutella (que ainda tentei esconder mas não fui a tempo, ahahah), desarrumação, cansaço e diversão. Ficaram lindas demais as fotos e vamos ficar para sempre com um registo  incrível de como eram os nossos finais do dia no Verão de 2017. Quando, apesar do cansaço e da vontade de ir de férias ainda conseguiamos  ter um dia a dia divertido!

As férias que não chegam:
Este ano as férias estão a tardar. Mais do que nunca. Tenho comigo um cansaço que está a ser difícil de curar. Tento dormir mas não chega. Tento ter rotinas mas não quero. Tento fazer programas e só me canso ainda mais. Acordo de manhã. Arranjo-me de manhã. Vou trabalhar de manhã. Acordo-os de manhã. Não os quero acordar de manhã. Quero dormir. Quero estar com eles todo o dia. Todos os dias. Sem horas. Sem preocupações. Sem cidade.
Mas o countdown  começou  e já estamos a uma semana da partida. E não nos podemos queixar. Vamos por um mês. Um mês inteiro fora. Um mês inteiro sem trabalhar. Um mês inteiro o dia inteiro.
À semelhança do ano passado, vão desaparecer do meu telefone, Instagram, Whatsapp, Email,  Pinterest e o monstruoso Facebook (que já desapareceu há mais de um mês que tem sido maravilhoso – aproveito para justificar a não resposta a eventuais conversas ou comentários).
Porque só assim tenho a certeza que desligo completamente. Porque só assim tenho a certeza qu estou completamente e a cem porcento entregue aos meus, à natureza, ao mar ao sol e aos livros. Tenho pena de  perder algumas coisas. Vou ter saudades de partilhar alguns momentos do nosso dia.  Vou ter saudades de acompanhar momentos bonitos das férias dos meus amigos e daqueles que sigo mais ao longe.
Mas a recompensa é enorme. É desligar à grande e à francesa.
Em Setembro, quando voltar prometo partilhar os melhores momentos e contar como foi viver um mês inteiro descalça, sem horas, sem rotinas sem wi-fi e sem saudades.
Anúncios

9 thoughts on “A Sessão e as férias que não chegam – dois posts num só

  1. Querida Maria:
    Primeiro: gostei muito de visitar a “tua” Lisboa, já tinha aí ido algumas vezes em criança e adolescente, mas em adulta vemos as coisas com outros olhos
    Segundo: a fotos estão F.A.N.T.A.S.T.I.C.A.S. , super doces.
    Terceiro: Acho que fazes muito bem repetires essas férias desligada do mundo, na tua bolha salgada e com sol
    Quarto: Essas rastas são tuas, ou seja, fizeste? ou são aplicadas?

  2. Olá Maria, estive aqui a pensar, a minha prima tem a casa livre, mesmo aqui ao lado da minha, mas só tem um quarto, é mesmo pequenina e teria que falar com ela, claro. Na minha, tenho uma cama de solteiro livre e um colchão de casal daqueles de campismo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s