Grão a grão enche a galinha o frasco

Este ano queremos retomar os incentivos pelas boas acções  dos nossos filhos. Apesar de não sermos contra um “castigo” (nome pesadíssimo para dar a uma pequena repreensão com repercussões a curto ou longo prazo) ou outro de vez em quando, sempre gostámos mais de trabalhar as recompensas. Quando eram mais pequenos fizemos estes vales que eram ganhos com estrelas. Fizemos três ou quatro rondas e depois acabámos por deixar cair, não por não ter corrido bem mas só porque estas coisas quando repetidas vezes demais perdem o impacto. Foi na altura um sucesso por aqui e, sei de muitas famílias que adoptaram este jogo e que correu bem.

Este ano a brincadeira é outra e, apesar de mais demorada há mais hipóteses por dia de serem recompensados. O que torna o desafio mais divertido.
Então é assim cada um tem o seu frasquinho (que a  Luz fez questão de pôr o nome e decorar). À noite depois do jantar vamos por grão nos frasquinhos. Quando encherem o seu frasco vão ter direito a realizar um sonho (previamente combinado com cada um e que a única regra é  não  ser nada que se compre mas sim que se faça). Para cada área do nosso dia a dia em família podem receber entre 0 e 3 grãos. Eles dizem o que acham que merecem. Nós validamos ou não – mas não é que eles são muito justos e conscientes na sua própria avaliação? Claro que o pedido feito a cada um depende da idade e o “arrumar o quarto” da Jasmim é diferente de “arrumar o quarto” do Jacinto. Para começar temos (a ideia é ir acrescentando outras áreas que nos vamos lembrando):
Portarem-se bem nas rotinas matinais – felizmente é um ponto que, quase sempre todos levam 3 grãos. Se há altura tranquila lá em casa são as manhãs, por  mais estranho que pareça. O segredo é acordarmos todos bem cedo.
– Ajudar-nos na cozinha, fazer o jantar e levantar a mesa. Tem sido uma luta ao contrário. Todos querem ajudar na cozinha, levantar a mesa etc etc. Mas confesso, pela distância que a nossa sala de jantar tem até à cozinha, nós agradecemos. Confesso que, às vezes desajudam mais do que ajudam mas tem valido a pena!
Arrumar o quarto e a roupa depois do banho. Raramente conseguimos que tenham 3 grãos aqui. Mas havemos de lá chegar… com muita calma e paciência
Birras e discussões. Depende do número, do grau e da intensidade mas, na verdade este continua a ser o grande ponto da questão. Faz parte, todos sabemos. Mas que cansa, isso cansa. A vontade de ter grãos tem ajudado a conseguirem ter algum auto-controlo quando se enervam, vamos ver quanto tempo é que isto dura.
O engraçado destes grãos é não ser estanque e se queremos pôr mais um dois grãos por alguma coisa que tenha corrido bem ou que nos apetece valorizar, é só pôr.
Não passa de uma brincadeira, mas é divertido eles estão a levar super a sério para além disso  adoram o momento de encher o frasco. Vamos ver quanto tempo levará até termos o primeiro frasquinho bem cheio para começar a realizar os sonhos.

Relativamente à semanada dos mais velhos, , como às vezes já querem ter o seu próprio dinheiro  e não somos muito a favor de dar dinheiro só porque sim, podem ler livros e em troca recebem o seu pocket money. O que recebem depende do tamanho dos livros mas, quanto mais páginas maior o valor. Na verdade não pretendemos nada de mais, apenas motivá-los para o prazer da leitura, que não é tarefa fácil hoje em dia. Tem sido maravilhoso pois  é só vê-los a começar e de repente já estão totalmente “embrenhados” na história, e viciados na narrativa que estão a viver, sem se lembrarem da parte comercial da história.

No fim compram gomas e chocolates ou vão poupando para alguma coisa que queiram comprar. Na verdade já estamos a entrar na fase de ter de pôr um travão, principalmente ao Benjamim que se puder ler um livro por dia…

Já eu… acho que pagava para poder ler mais. Ando com saudades, tantas de ler ler ler, livro atrás de livro como fazia com a idade deles! Se, na altura, tivesse recebido dinheiro por cada livro lido acho que os meus pais acabavam a viver debaixo da ponte…. 🙂

Anúncios

4 thoughts on “Grão a grão enche a galinha o frasco

  1. Oh Maria que inspiração ♥ obrigado pelas dicas destes jogos muito giros, era capaz de resultar bem com a minha princesa M. no alto dos seus 7 anos.
    Também adoraria ter tempo para ler porque para saber escrever temos de ler e como não leio, não poderei escrever bem mas o próximo que quero ler é o teu livro!!
    (peço desculpa por tratar por tu mas parece que sinto algum à vontade)
    bjos doces!

  2. Olá Maria e companhia! 🙂
    Esta ideia do pote de grão é genial e um sucesso com a nossa pequena de 3 anos. Se até agora comia com ajuda dos papás, as bolinhas de gratificação ajudaram-na a comer sozinha; se até agora era renitente a algumas mudanças alimentares, deixou de o ser porque está maravilhada com o pote das bolinhas (que ela decorou com autocolantes). Estamos gratos pela vossa partilha e felizes com a aplicação funcional deste lado. 🙂 Agora só desejamos que o nosso benjamim de 2 anos siga o entusiasmo da mana e não tarda haver ruptura de stock de grão-de-bico nos supermecados da cidade de Braga. 🙂 🙂
    Um beijinho
    Raquel, Edu, Clara e Tigas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s