Seis meses

Faz hoje 6 meses do fatídico dia 15 de outubro de 2017. Seis meses do dia em que um monstro em forma de chamas destruiu e levou as casas, os animais os sustentos e as construções de uma vida de tantos portugueses.

Por lá o verde começa a aparecer. Os sorrisos já surgem mais facilmente, as pessoas estão mais serenas, mais tranquilas. E, a sua vida segue cada vez mais dentro da normalidade. Life goes on. Os apoios começam a chegar. Os barracões já estão limpos e muitos deles quase prontos. Alguns mudaram de vida. Outros recomeçaram outra vez.

Das 41 casas ardidas nesta freguesia, 12 vão começar a ser reconstruídas. A junta de freguesia já tem novas instalações. A casa SOS já está pronta e a dar abrigo a uma das famílias que perdeu tudo – e que não tinha para onde ir.

E nós? Qual o nosso papel agora?

O nosso trabalho ainda não acabou. O Não Vamos Esquecer tem estado calado, mas não parado. O nosso compromisso era não esquecer, e é esse o compromisso que continuamos a honrar.

O NVE, cresceu e amadureceu e tal como as necessidades mudaram também nós mudamos a nossa actuação.

A nossa presença no terreno continua. E vai sempre continuar – as relações que ali fizemos são genuínas e para toda a vida.

Mas, o nosso apoio centra-se agora, depois de muito pensarmos e reflectirmos, em alguns pontos importantes que gostava de partilhar com vocês:

– muitos pastores e agricultores já construíram os seus barracões que estão agora prontos para receber… o gado. Mas que triste, pobre e sem vida ficam sem a sua personagem principal – os animais! E que difícil é, para estas pessoas, adquirir outra vez todos os animais.

Cada ovelha custa cerca de 100€. Alguns perderam 10, outros 30, outros apenas 2 ou 3. Começámos sexta feira a oferecer ovelhas a quem as perdeu e ainda não as conseguiu comprar.

É um processo demorado. Não é uma questão de comprar uma série de ovelhas por atacado e distribui-las por quem precisa. As pessoas gostam de escolher as ovelhas que querem, o que faz, obviamente, todo o sentido mas que torna todo o processo bastante moroso. Esta sexta feira passamos então a tarde a conhecer ovelhas e pastores que vendem ovelhas, com o objectivo de dar 3 ovelhas ao Fernando. Ele finalmente encontrou aquelas com quem mais empatizou e ficou feliz. Arderam-lhe 14, já tinha comprado 3 mas tão depressa não ia conseguir comprar mais.

– vamos também criar uma “conta aberta” numa loja local de Materiais de Construção Civil, em parceria com a Junta de freguesia. Cada pessoa (sobretudo quem não foi contemplado com qualquer tipo de apoio) vai poder ir “às compras” na loja do Ricardo sem ter de gastar dinheiro.

Mais:

– temos planeadas acções de limpeza da floresta em parceria com a Caule. Alguém viu a Selecção de Rugby nas notícias a cortar árvores e limpar a floresta? Pois bem essa acção foi organizada por nós … e mais virão!! Fiquem atentos!!

– Queremos muito reconstruir o parque de merendas de Covas que ardeu todo. Era um espaço comunitário muito usado pela população e que tinha acabado de ser arranjado, ardeu todo.

E por fim, e muito importante para que consigamos continuar com estes projectos todos (para além dos sempre bem vindos donativos) uma excelente iniciativa que foi proposta pela 9. Mas antes deixem-me só dizer umas palavras sobre o papel da 9 no Não Vamos Esquecer:

Este caminho de crescimento do Não Vamos Esquecer tem sido possível – sobretudo por termos tido sempre do nosso lado, a incrível agência 9 the creative shop. Foram eles que nos deram força quando desmoralizamos. Foram eles que acreditaram desde o início que isto ia valer a pena. São eles que têm as melhores ideias, criaram o nosso logo, as páginas das redes sociais, dinamizam acções e, não pensem que são só uma agência que está no escritório a tratar da imagem e do marketing porque, quando é preciso arregaçar as mangas e partir para o terreno, são os primeiros a abdicar do fim de semana para fazer o que for preciso. Lá.

Pois bem, a 9 lembrou-se e desenhou umas pulseiras simples e bonitas para angariar fundos. As pulseiras são estas da imagem abaixo. Cá em casa já todos as usamos. Uns nos pés outros nas mãos.

Para já ainda não temos pontos de venda, mas estará para breve. De qualquer forma se quiserem comprar entrem em contacto com qualquer um de nós. Cada pulseira custa 2€. O valor angariado vai 100% para a conta aberta na loja do Ricardo ou para oferecer ovelhas a quem as perdeu. No trágico dia 15 de Outubro de 2017.

Obrigada por terem lido até ao fim, um post tão comprido.

O Não Vamos Esquecer é de todos e precisa de todos.

Ps. Um sentido obrigada a todos os particulares, à Joana Limão, aos CTT e à Brisa pelos generosos donativos que têm tornado a nossa ajuda e as nossas idas ao terreno possíveis.

Anúncios

3 thoughts on “Seis meses

  1. Obrigada, Nós, pelo trabalho que têm feito, e por “não deixaram esquecer” tamanha tragédia e por serem voz para quem perdeu tudo…
    Vamos colaborar com a compra dessas pulseiras. Continuação de um bom trabalho!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s