38

Como já devem ter percebido, adoro inventar tradições.

Inventei então a tradição de acampar no meu dia de anos -na verdade só inventei no ano passado – mas para os miúdos isto é coisa de sempre e, para nós também porque, insisto, para mim conforto é ter o coração cheio e estas aventuras com os meus enchem-me de amor e tornam os meus anos cheios e felizes! Este ano, com esta barriga (e o tempo que ainda estava incerto) decidimos optar por uma caravana e, já agora aproveitar que o dia de aniversário colava com o fim de semana e, em vez de um dia ficaríamos três.

Uma série de “es” transformaram esta pequena (grande) viagem numa conjugação de factores que tornaram estes dias perfeitos .

“E se” fossemos ver neve – sexta feira não deve estar ninguém na Serra da Estrela! Tinha percebido que a serra estava com uma mega acumulação de neve- coisa rara nesta altura do ano. Pouca gente, pouco frio e MUITA neve.

“E se” fosse apresentar Covas e as suas pessoas à minha família? Parecia-me a oportunidade perfeita! Ainda por cima havia lá uma festa, de uma das amizades que por lá fiz, onde gostava muito de estar presente.

“E se” pelo caminho parássemos para ver e dormir no castelo de Almourol e aí tomássemos o pequeno almoço dos meus anos – a minha refeição preferida quando estou a acampar!

O melhor da vida numa caravana é que tudo é possível. Não é preciso grande plano, porque ele vai surgindo e, estejamos nós onde estivermos podemos descansar, ir à casa de banho, cozinhar ou… continuar.

A nossa viagem foi feita de improvisos daqueles que correm melhor do que qualquer plano. Visitámos amigos, visitámos os nossos heróis bombeiros de Vila Nova de Oliveirinha, que tanto passaram na noite de 15 de Outubro. Encontrámos o melhor sítio do mundo para acampar e onde queremos voltar muitas e muitas vezes! Passeámos por sítios lindos. Jogámos, brincámos, fizemos bonecos de neve, almoçamos com vista para a neve, jantámos por baixo das estrelas. Dormimos bem juntinhos (e muito), ouvimos muitas histórias e muita música!

Foram três dias mas (obrigada França!) pareceu uma semana e soube a férias.

Não atendi telefonemas nem respondi a mensagens de parabéns. Mas li e ouvi, uma por uma e… obrigada a todos! Entrei nos 38 em cheio (e cheia!)

Anúncios

11 thoughts on “38

  1. Olá Maria

    Peço desde já desculpa pela pergunta directa… mas temos quatro filhos e um rendimento não muito grande ?? Gostava de saber onde alugam a autocaravana e por quanto vos fica de custos – entre aluguer e o depósito cheio, que calculo tenham que deixar? Obrigada, quer responda ou não a esta pergunta “intrometida”. Joana ________________________________

  2. Muitos parabéns, Maria.
    Que venham muitos mais”38″ com a mesma alegria acompanhada dessa magnífica Família que continua a crescer.
    As maiores felicidades.
    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s