Querido diário, dia 7

Hoje o dia prometia. Sábado, sem compromissos, sem planos e sem chuva.

Acordei com o Lucas enquanto toda a casa ainda dormia. Adoro o silêncio da casa ao fim de semana quando todos dormem. Uma ronha no sofá, um scrollzinho pelo telemóvel enquanto o Lucas via o Mickey. 8.30, temos um cão com 6 meses, talvez já precise de ir à rua. Troca o roupão por um casaco e.. voilá.. fui à rua de pijama (e chinelos) Que sensação de liberdade, não é? Não me cruzei com ninguém mas tive até pena. Estava tao feliz no meu outfit que apetecia-me ter visto alguém “olha vez são 8 da manhã e é sábado e estamos confinados e por isso eu estou de pijama no meio da rua a passear os cães, ali em casa tenho 5 filhos que ainda estão a dormir, posso fazer o que eu quiser!”

Quando voltei, claro já tinham começado a acordar. Ninguém comentou eu ter ido de pijama à rua. Voltei a trocar o casaco pelo roupão e fui preparar o pequeno almoço.

Fim de semana pequeno almoço completo. Crepes, ovos quentes e claro café acabado de fazer.

Logo depois estivemos algum tempo no jardim. No inverno o jardim, mesmo com sol não tem assim tanto que fazer mas, entre pintarem no atelier do Francisco e umas voltas de trotinete estivemos bem entretidos. Ainda por cima fiz um negócio com os rapazes (sempre a negociar): “Se querem jogar logo à tarde, arranjam a horta toda, ervas daninhas, urtigas etc” . E o que eles gostaram ? Acontece muito com eles.. vão contrariados mas depois adoram. É importante contrariarmos esta sua contrariedade.

Só voltámos ao jardim ao fim da tarde. O resto do dia estivemos em casa (o francisco ficou no atelier). Estiveram tão entretidos a brincar aos playmobiles que nem pus o Lucas a dormir a sesta.

Mais à tarde, organizei o “jogo das taças” com a Jasmim. Várias taças com ingredientes lá dentro e têm que adivinhar, com olhos vendados, o que la está. Giro, mas acho que escolhi ingredientes muito fáceis. Adivinharam tudo.

Depois ainda voltámos ao jardim, um frio de rachar mas ainda fizemos uma caça ao tesouro improvisado (ou seja, só esconder o tesouro e ir dizendo “quente, morno, frio“)

Ao sábado à noite fazemos sempre um jantar a dois. Miúdos jantam mais cedo e vão ver um filme no quarto enquanto nós fazemos uns petiscos, jogos, minis e vinho. É uma verdadeira bolha de oxigénio, seja em tempos de quarentena ou não .

3 thoughts on “Querido diário, dia 7

  1. Olá Maria! tenho vindo ler o teu diário todos os diase era para dizer que adoro ler-te e que achei imensa piada a essa de quase quereres ter encontrado alguém para dizeres isso!! é que eu estou a ver-me a pensar o mesmo! tal a liberdade de sairmos de casa sem nenhuma cria atraz! beijinhosXX

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s