Oh não…Fim-de-semana…

IMG_9557.JPG

IMG_9558.JPG

IMG_9559.JPG

IMG_0696.JPG

Quando os planos de fim de semana têm de ser alterados, por 2/3 dos filhos estarem doentes, uma mãe com 38 semanas de gravidez enlouquece… “Que vai ser de nós, todos em casa durante dois dias sem poder sair, com a mãe resmungona, encalorada e cansada!!” Mas, de repente um fim de semana em casa soube a Inverno e soube bem (Inverno se não contarmos com o calor da mãe grávida..). Aproveitámos para fazer brincadeiras que o Verão nos fez esquecer, refizémos todos os puzzles cá de casa, reconstruímos todos os legos, vimos filmes, entre os quais o clássico Dama e Vagabundo, jogámos jogos e pintámos muitos, muitos desenhos.

Também serviu para encher a despensa: Com a última colheita de tomates, fizemos três frascos de tomate seco, que ficaram deliciosos, todos temperados com alho e ervas também da horta. Fizemos pão, pão e mais pão – agora temos novas dicas para o pão aqui neste espectacular blog. Enchemos um bom frasco dos nossos cereais da força (vulgo granola). E ainda deu para matar saudades e experimentar a receita da famosa Boleima do maçã do Alentejo – esta feitas apenas com farinha integral, ficaram mesmo boas (prometo publicar receita  em breve).
Também fizemos várias  refeições para congelar, penso que na primeira semana que a Jasmim estiver cá fora não temos e nos preocupar com os almoços nem os jantares. Por  isso, acabou por render este fim de semana que se adivinhava tão difícil… Mas, de qualquer forma “uffa amanhã segunda-feira …!”

Anúncios

Que sorte que temos

20140722-224117-81677878.jpg

20140722-224129-81689065.jpg

20140722-224138-81698265.jpg

20140722-224146-81706923.jpg

20140722-224204-81724137.jpg

20140722-224216-81736735.jpg

A nossa horta é pequenina, mas todos os dias brotam sempre coisas novas que trazemos para cima e usamos no jantar do dia, acabadas de colher… E todos os dias penso – que sorte que tenho!-
Mas agora, nem só legumes vêm do jardim, todos os dias nascem novos objectos feitos pelo Francisco com as suas madeiras. Hoje foi dia de estrear uma lindíssima colher de pau feita por ele para mexer o nosso saboroso alho francês.. E eu penso – que sorte que tenho!

Cada vez mais conseguimos aproximar aquilo que sempre quisemos como ideal de vida – ser cada vez mais auto auto-suficientes – daquilo que somos capazes de fazer. E é uma sensação de poder incrível. Todos os dias penso – Vale mesmo a pena!

Descanso

20140512-221356.jpg

20140512-221403.jpg

20140512-221410.jpg

20140512-221416.jpg

Este blog tem estado em baixo. Eu também. Não é a gravidez, mas uma constipação /alergia, que dura há mais de dois meses que está a levar ao limite as minhas forças. Já tentei tudo, mudar de alimentação( há quem diga glúten há quem diga trigo, há quem diga leite – já tentei todos), anti-histaminicos, acumpuctura, homeopatia, anti-histaminicos mais fortes, meditação e até velinhas em Fátima a pedir por uma alergia. Mas nada. Nem uma pequena melhorazinha. Até que foi a vez do médico de família me aconselhar a ficar uma semana de baixa, para recuperar as forças perdidas e as noites mal dormidas.
E pronto, cá estou eu. De baixa, com o blog em baixo. As manhãs passo-as a domir – depois dos filhos prontos e a caminho da escola, lá vou eu dormir o que não dormi de noite. E tem resultado. À tarde estou recuperada. E com forças que já há muito não tinha.
Hoje preparei um lanche para a chegada de todos e enchi a nossa cozinha de goluseimas caseiras para a semana. A repetir: estas barrinhas de aveia com cobertura de morango que vi aqui hoje mesmo.

Abertura oficial da época do gelado de morango caseiro

20140505-215853.jpg

20140505-215858.jpg

20140505-215904.jpg

20140505-220116.jpg

20140505-220134.jpg

Embora cada vez mais existam receitas de gelados caseiros maravilhosas e saudáveis, com ingredientes originais, sem natas, sem açúcar, de mirtilo, ruibarbo e outras coisas fantásticas. Cá em casa ganha sempre o típico gelado de morango.
Acho que praticamente toda a gente comeu este gelado em criança. Havia quem o fizesse numa forma, e quem o fizesse em taças. Haviam mil truques – cada casa tinha o seu- para que não ficasse granizado, ou meia banana, ou gotas de limão, para outros era mexer a meio da congelação, enfim… devem haver muitos mais truque para este famoso gelado.
Por cá, gosto de o fazer em pequenas formas de gelado, para que o possam comer com pauzinho. Faço doze e o que sobra ponho numa taça. O truque que uso é ter as natas bem batidas com o açúcar, como se fosse chantili. Misturo depois os morangos triturados e umas gotas de limão. As quantidades faço a olho, mas normalmente o dobro de morangos para a mesma quantidade de açúcar e natas.
Fica sempre bom, mas aqueles que se comem com um pauzinho têm um sabor especial…

Tudo está bem quando acaba bem

20140430-231036.jpg

20140430-231100.jpg

Que bom que é estrear presentes de anos oferecidos por amigos e família.
O novo disco do Beck para acompanhar um jantar tardio, de véspera de feriado, a estrear a nossa nova “pedra” conseguiu tornar um dia menos bom numa noite diferente , em que tudo o resto ficou para trás…
Mas não ficamos por aqui… Amanha se tudo correr bem continuamos, entusiasmados a aproveitar presentes de anos, um presente há já muito tempo desejado e que, agora que o temos não há de haver fim de semana que não o usemos! Estamos mesmo fãs de piqueniques , e vocês? Alinham? br />
20140430-235556.jpg

20140430-235601.jpg